quarta-feira, maio 07, 2008

Para a minha Sophia

Um poema que fiz para minha menina quando ela nasceu. Não me orgulho tanto dele, mas vale o registro.


SOPHIA

É um fruto, é um sonho
Que se forja em vida
É um medo medonho
Do que vem em seguida

É um sonho, um encanto
Nas mãozinhas o mundo
Eu vestido de pranto
No infinito, um segundo

É um encanto, é um fruto
Do que eterno se quis
E com os olhos escuto
O vindouro que fiz

Minha noite, meu dia
Sorrir que entristece
Dou-te um nome: Sophia
E, de resto, sou prece




Direto na têmpora: The Continuing Story of Bungalow Bill - The Beatles

6 comentários:

Anônimo disse...

Muito lindo o poema e mais que o valor de registro, vale o grande orgulho do pai que soube expressar o encanto e as incertezas de uma vida que começa

redatozim disse...

Obrigado, anônimo, obrigado mesmo.

: : Ju Sampaio : : disse...

So sweet!

redatozim disse...

Thx, Ju.

Michelle disse...

Eu não sei escreve...escrever é um dom!
Lindo mesmo:
Micho

redatozim disse...

Valeu, micho.