terça-feira, março 13, 2007

Projetando

Eu tenho 5 ou 6 projetos pessoais (entre livros, ações sociais e culturais) criados, certinhos, redondos, lindos, que todo mundo gosta. E não consigo levar nenhum pra frente.
Entendeu agora porque eu sempre quis fazer criação e nunca tive o menor interesse em produção?




Direto na têmpora: You can call me Al - Paul Simon

5 comentários:

Renata disse...

Entendi perfeitamente..rs..rs...

Redatozim disse...

Tô precisando de um goffer. Saca goffer em cinema? Pois é, vem de "go for it" e se refere àqueles caras que trazem a lâmpada nova pra substituir a que queimou, buscam o café pro diretor, fazem a massagem no pé da extra bonitinha, enfim, resolvem.
Eu preciso de um que coloque meus projetos pra andar e depois me mostre quase pronto só pra eu dar os pitacos finais. Tá querendo pouco o garoto?

Jonga Olivieri disse...

Mas é isso mesmo.
Acho que nós de criação temos uma dificuldade danada com o lado prático e objetivo da coisa.
Senão, não seríamos de criação. Lidamos com o fantasioso, com o abstrato... viajamos mesmo.
Um "gerente", um prático nessas horas ajuda.

Redatozim disse...

E tens alguma indicação proc argo, Don Oliva?

Don Oliva disse...

O pior é que não tenho.
Aliás, se tivesse, estaria com os meus problemas resolvidos.
E, certamente rico...