segunda-feira, julho 19, 2010

Bodas de rubi

Ok, bodas de rubi é um nomezinho muito brega. Para quem não sabe, a alcunha refere-se à celebração de 40 anos de casamento.

Ontem meus pais comemoraram bodas de rubi e se eu tive uma certeza ao longo da minha vida foi a de que meu pai sempre estaria ao lado da minha mãe e minha mãe ao lado do meu pai.

Quando digo "estar ao lado" não digo simplesmente estar casado ou vivendo na mesma casa. Meu pai e minha mãe sempre conseguiram me passar a sensação de que eu poderia contar com os dois em qualquer situação.

Difícil ver um casal tão diferente e tão apaixonado, tão pronto para dividir sonhos, sacrifícios e encarar mudanças.

Estiveram presentes em minha vida sem serem invasivos. Deram apoio total sem tirarem minha iniciativa ou responsabilidade sobre as ações. Deixaram clara a sua visão de mundo, mas nunca a impuseram a mim.

São duas pessoas completamente diferentes, mas indissoluvelmente unidas por algo maior. São meus pais, que durante tanto tempo estiveram longe e que hoje estão fisicamente presentes novamente na vida da minha filha, minha e da Fernanda.

Parabéns pelos 40 anos de casamento de Nilo e Wanda, que só quiseram ser felizes e acabaram por puro amor se transformando em exemplo.

Amo vocês.




Direto na têmpora: Crushcrushcrush - Paramore

8 comentários:

PC disse...

Tenho daqui até 2016 pra planejar minhas bodas de rubi.
Vou arrazar...

Anônimo disse...

Obrigada, filho pela beleza da homenagem e obrigada também por Fernanda, por Sophia e por você, que é um filho maravilhoso e nos enche de orgulho. Beijos e todo nosso amor.

redatozim disse...

E nem teve festa, PC, a preparação é simples.

redatozim disse...

Não sei se foi Nilo ou Wanda, mas beijo pra vocês.

danny falabella disse...

Que benção! Felicidades a eles e que venham as bodas de ouro e diamantes!

redatozim disse...

amém, danny

Sandro Andrade disse...

Texto "duca"!!!!

Vou continuar acompanhando o Pastelzinho lá da Kamonga.

Sandro

redatozim disse...

Valeu, Sandro. E precisando de freela por lá, chame o tio Maurilo, hein?