terça-feira, dezembro 11, 2007

499

Esse é o meu post de número 499. Queria que ele fosse edificante, talvez divertido ou, quem sabe, engajado, apaixonado, sensível. Ledo engano: o que essa manhã vem me dizendo é que há dias em que a vontade é começar do zero, tentar algo novo, abrir mão de tudo que se tem feito.

E se fosse possível, hoje eu faria isso.




Direto na têmpora: Sullivan Street – Counting Crows

16 comentários:

don oliva disse...

Têm momentos assim. Sei porque estou passando um semelhante. A solução é postar menos e tentar manter uma qualidade nas publicações.
É o que estou fazendo neste instante.
Mas, acho que é o espírito natalino. Quando baixa...

Redatozim disse...

Quem me dera minhas preocupações fossem com os posts, Oliva. Mas, tudo bem, ano que vem tem mais.

Comelli disse...

Nossa, quanto baixo astral!!!! Abrir mão de tudo que se tem feito??? Agora fiquei assustada...

Redatozim disse...

O pior é isso: quem não tem que se assustar, se assusta. E o resto, continua indo daquele jeito.

Maria Luiza Pedrosa disse...

Pô... suspiro profundo... será um vírus? É a segunda pessoa que me fala isso hoje. Eu chutei meu baldin bem chutado há sete meses... sinto as consequências agora, tanto as boas quanto as ruins, mas a sensação de ter dado um passo é a mais edificante de todas.
Abs!

Redatozim disse...

Se for um vírus, tem cura?

ndms disse...

Nunca se esqueça: amanhã será um outro dia e, a diferença, a fará você. Tenho a certeza de que tudo que construiu até agora é muito maior do que qualquier problema e, por isso, vale a pena lutar, por você mesmo, por Fê, por Sophia, e por todos aqueles que te amam muito

Maria Luiza Pedrosa disse...

Tem sim; olhe bem a sua volta que vc acha um remedinho! Pode ser um sorriso da Sophia, um afago da esposa, um carinho de algum aluno, uma campanha bem quista... enfim! (Perceba que estou Pollyana hoje...)
Abs,
ML

Danny Falabella disse...

é fim de ano! fim de ano é mó deprê..detesto..hehe e se quiser piorar o humor ou talvez pular da janela escute o disco da simone...então é natal...AAARRGHHH ôoo seu Maurilio..falando sério xo este baixo astral! hehe a gente não vive sem pastelzinho!

Redatozim disse...

Maria Luiza, esses remédios eu tenho tomado em superdosagem, mas infelizmente não cura burocracia e nem burrice, mas hoje já estou até melhor, viu?

Redatozim disse...

nmds, disso eu nunca me esqueço, mas é que tem horas que a bilis transborda e a gente precisa desabafar.

Redatozim disse...

Vou te falar que com o total desrespeito das instituições, pode ser natal ou pode ser carnaval que o bicho ia continuar pegando.

Léo Oliveira disse...

Machachuzets...

Redatozim disse...

Pois é, Leo, uuuuuuuum iiiiiiiim uuuuuuuuummmm iiiiiiiimmmmm uuuuuuummmm iiiiiiiimmmmm

Guanda disse...

Há sempre uma luz no fim do túnel e nada como um dia depois do outro.Jargões populares, mas verdadeiros. Basta olhar ao seu redor e poderá ver que maior que toda a burocracia e burrice do mundo é amor que pode dar e receber.
Beijos e bola prá frente!
"Palante"

Redatozim disse...

Lo sé, guanda, lo sé. foi só um desabafo mesmo, nem é pra tanto.