quinta-feira, dezembro 30, 2010

Outro começo

Das pontas dos cabelos caíam gotas frias de suor. A respiração ofegante se acalmava com lentidão. Limpou o rosto com as duas mãos e apertou os olhos para encarar as luzes brilhantes.

Colocou a coluna reta, mexeu levemente os braços e puxou forte o ar.

Como um murro, os acordes vibraram em seus ouvidos. Deu um salto. Exausto, mas cheio de vida, começava a dançar a próxima música.




Direto na têmpora: That man - Caro Emerald

2 comentários:

recheiodecasa disse...

sou eu!!!
sua descrição foi perfeita, dançar transforma a gente.
brilhante!
feliz ano novo!!!
beijo
ana paula

redatozim disse...

Obrigado, Ana. Muita dança em 2011!