quinta-feira, setembro 01, 2011

Marcelinho e o Villaret

Meu amigo Marcelo Miranda me aplicou já faz um bom tempo nos poemas declamados pelo ator português João Villaret. coloquei três aqui, mas msão muitíssimos.

Peloamordedeus, assista. Ah, e não preste atenção nas imagens, só ouça.
















Direto na têmpora: Blessing in disguise - Devotchka

4 comentários:

Facundo disse...

Não sou muito ligado em poesia. Mas destes eu gostei. Principalmente da leitura dele que remetia quase a uma interpretação teatral, uma verdadeira contação de história. Gostei bastante!

redatozim disse...

Esse ator era muito foda, Facundo. E os poemas também.

zega disse...

há algum tempo cultura geral era um diferencial. graças à internet e às redes sociais, quem não tem um mínimo disso é um fedasunha alienado. viva a democracia da web.

redatozim disse...

Que revolta, zega, tem ninguém fedasunha não, sô!